Energia solar tem queda de preço em leilão

Essa energia solar pode conquistar impulsos extras no país, depois que um leilão procedido recentemente pelo governo teve resultados históricos. O procedimento ocorreu para o contrato de novos projetos que geram energia. Esse parecer veio de especialistas que planejam energia.

Usinas solares e preço baixo

Usinas solares fizeram a apresentação de preços reduzidos em licitação recente, negociando a produtividade para o futuro, no valor de quase R$65 por megawatt/hora. Este custo é, em primeiro momento, reduzido à prática convencional de empresas eólicas e hídricas.

O menor valor já observado para a energia que provém do sol, no país, ainda se reduziu ao valor de venda de produtividade inclusive da hidrelétrica Belo Monte, que no ano de 2010, conseguiu negociar a contratação por R$87 o megawatt/hora com custos históricos.

Pouca representação de energia solar

Ainda que o Brasil tenha um potencial gigante para a geração de energia solar, essa fonte ainda faz a representação somente 1,27 % da matriz elétrica brasileira, que conta com um histórico longo de predomínio da geração hidrelétrica, respondendo a 60 % da total capacidade.

De acordo com o professor da UFRJ e ex-presidente da estatal Empresa de Pesquisa Energética, Maurício Tolmasquim, não há dúvidas que o preço baixo da solar com centralização faz a indicação de que pode apresentar um papel gigante na matriz elétrica.

Ele ainda revelou, contudo, que este leilão foi distinto dos convencionais, em razão da demanda baixa de energia em meio à lentidão da economia do Brasil que se recupera, gerando aumento da disputa entre quem investe a partir de contratação à longo prazo, disponíveis aos vencedores concorrentes. 

Segundo Maurício Tolmasquim, é preciso saber se ainda há a conquista de um patamar diferenciado de preços ou se os resultados são frutos de uma situação conjuntural em que existem fortes desbalanceamentos entre demanda e ofertas.

A energia solar 

Com tanta evolução tecnológica, houve a introdução também da tecnologia para aproveitar energia renovável. Este é o caso dos módulos fotovoltaicos e térmicos, que produzem energia solar.

Em um segundo apenas, para se ter noção, os raios solares são capazes de produzir maior quantidade energética do que toda a energia que a sociedade usa desde o início dos tempos.

Essa tecnologia que transforma o sol em energia tem conversão para utilidade humana. Pode produzir eletricidade ou calor a diversas aplicações. Todos os anos, o astro solar promove a produção de 4 milhões de energia a mais do que conseguimos consumir.

Post Comment